Como Abrir e Operar uma Área de Paraquedismo

Área de Salto DreamQuem não gostaria de dar uma banana pro seu chefe e viver do seu próprio negócio? Melhor ainda se o negócio fosse alguma coisa que você gostasse muito de fazer. Uma escola de paraquedismo, por exemplo.

No paraquedismo, quando alguém larga o emprego para se dedicar somente ao esporte, dizemos que a pessoa “desconectou”, uma referência ao termo que para nós significa liberar o paraquedas principal para abrir o reserva em caso de uma pane.

Esse é um passo importante na vida de quem quer trocar a segurança e a “chatice” de estar empregado, pelo desafio e pela emoção de ter uma escola de paraquedismo, que proporciona liberdade e paixão pelo que faz, porém sem as garantias que um bom emprego oferece.

Uma área ou uma escola de paraquedismo, em nada difere de uma empresa de serviços, uma indústria, um comércio ou um restaurante. Ela tem que ser administrada nos aspectos financeiros, de marketing, operações e recursos humanos. O conhecimento da legislação é fundamental para o sucesso e a sobrevivência da empresa.

A diferença entre uma área e uma escola se resume ao local e aos recursos. Normalmente uma escola opera dentro de um aeroporto de terceiros, com aeronaves alugadas e muitas vezes até mesmo os equipamentos pertencem à outra empresa. Por outro lado, entende-se o conceito de área de paraquedismo como uma empresa particular que detém todo o controle das atividades de salto num determinado aeroporto.

É muito mais fácil e mais barato abrir e operar uma escola no Centro Nacional de Paraquedismo em Boituva, por exemplo, onde já existe toda uma estrutura pronta, do que abrir e operar uma área em um aeroporto onde não existe atividade de salto. Começar do zero significa que o interessado terá que negociar com o dono do aeroporto ou a prefeitura, comprar ou arrendar aeronave(s), comprar ou alugar paraquedas, conseguir o NOTAM, além de formar o seu STAFF, fazer marketing, desenvolver e implantar os processos da operação, tudo isso com duas grandes preocupações em mente: finanças e segurança.

Abrir uma área exige muito mais recursos financeiros do que abrir uma escola. Para ambos os modelos, tomar as decisões certas é fundamental de modo a aproveitar corretamente os escassos recursos que certamente serão necessários para a sobrevivência de longo prazo da empresa.

Saber os tópicos imprescindíveis para poder abrir uma área e os itens que devem ser levados em conta na escolha do aeroporto, conhecer as aeronaves que são viáveis para uma operação de lançamentos, os equipamentos necessários além daqueles para salto, as características das equipes do STAFF (da administração, de solo e de salto), como calcular qual é o capital mínimo para investir e qual é o capital de giro necessário para manter, no que consiste o marketing para atrair clientes, os aspectos jurídicos que tem que ser considerados, tudo isso faz parte do planejamento.

Entrar de corpo e alma sem entender os meandros desta indústria em particular seria muito arriscado. É fundamental fazer um “business plan”, tanto como ferramenta de planejamento, como para servir de apresentação a potenciais investidores.

O curso “Como Abrir e Operar uma Área de Salto” foi especialmente desenhado para quem quer conhecer melhor os segredos do negócio e desenvolver um business plan para uma nova área ou escola de  paraquedismo.

Para obter mais informações escreva para ricardo_pettena@hotmail.com

 

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Nadya Narvaez disse:

    Exatamente essa aqui que é a luta e missão da minha familia com o Cnel. Edgar Narvaez na frente, conseguir montar e estabelecer a primeira área de salto no Equador que muita falta faz para desenvolver o esporte.

    Curtir

  2. Oi Nadya, primeiramente gostaria de dizer que fiquei muito feliz com a sua performance nos saltos do Recorde Sulamenricano. Parabéns!
    Sobre o interesse da sua família em abrir uma área no Equador, considero muito louvável e importante para o crescimento de m paraquedismo seguro na América do Sul.
    Conte comigo. Terei grande prazer em ajudar no que estiver ao meu alcance. Estou pretendendo repetir o curso “Como Abrir e Operar uma Área de Paraquedismo” no mês de outubro. Se tiver qualquer dúvida, me escreva no e-mail ricardo_pettena@hotmail.com.
    Se você gostou do artigo, ficarei muito agradecido se você compartilhar com amigos.
    Bons saltos,
    Ricardo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s