Curvas Baixas no Paraquedismo

Como evitar de me tornar uma vítima da curva baixa

Ricardo Pettená

Oito das 10 fatalidades ocorridas em 2020 e 2021 foram consequência direta ou indireta de uma curva baixa proposital ou não, sendo que destas, 7 foram propositais, a principal pergunta que tem que ser respondida no momento é “como posso evitar me tornar uma vítima da curva baixa”?

1- Não faça curvas baixas;

2- Faça o circuito padrão com a última curva de 90 graus no ponto C bem alta (300 pés);

3- Aprenda a avaliar a altura sem usar o altímetro ou o sonoro, mas continue usando ambos para garantia. Use o tamanho dos objetos como referência, mas tome cuidado e tenha uma atenção especial quando for saltar em outra área;

4- Conheça o seu velame. Faça os exercícios sob supervisão de um instrutor de velame acima de 2500 pés, com muito cuidado e olhando em todas as direções antes de iniciar a manobra;

5 – Cuidado com o ego e com o excesso de confiança, principalmente depois de fazer um curso de controle de velame. Durante o curso, sob a supervisão do instrutor, com foco total e saltando a 5 mil pés especificamente para fazer as manobras, a acuidade é muito maior do que após alguns meses depois do curso. Some-se a isso, que alguns paraquedistas sob a influência dos novos aprendizados decidem comprar um velame menor e menos dócil. Tudo isso junto é a receita para acidentes;

6- Atenção às regras do downsizing: a- domine o velame atual antes de querer trocar (domine na visão do instrutor, não na sua); 2- faça apenas uma mudança por vez, se trocar a marca continue com o mesmo tamanho, se diminuir ‘um’ tamanho, continue com a mesma marca;

7- Se quiser aprender a modalidade de pilotagem de velame, contrate um treinador com experiência e boa reputação. Faça o que ele mandar e seja paciente, pois demora centenas de salto para dominar a técnica;

8- Caso não esteja saltando com muita frequência ou que esteja voltando ao esporte após algum tempo de inatividade, dobre os cuidados, salte com um velame maior e mais dócil e não faça as manobras a baixa altura que fazia antes do período em que esteve inativo.

9- Aprenda a fazer as flat turns (curvas planas) e saiba como e quando usá-las para se safar de uma situação de perigo.

6 comentários Adicione o seu

  1. Vanio Beatriz disse:

    Excelente contribuição para o Skydive. Nesse esporte informação salva vidas. Parabéns!

    Curtir

    1. Obrigado, Vanio. Vamos juntos fazer o paraquedismo ficar mais seguro para todos que o praticam.

      Curtir

    2. Obrigado, Vanio. Vamos juntos trabalhar por um paraquedismo mais seguro.

      Curtir

  2. Fernando Augusto disse:

    Excelente a dica!!!

    Curtir

  3. Muriges disse:

    Obrigado por compartilhar seus conhecimentos.

    Curtir

    1. Obrigado, Muriges. É um prazer é uma obrigação minha e nossa de lutar por um paraquedismo mais seguro.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s